Inscrições das oficinas
Altera o tamanho da fontea-aA+

03/08/2017

ABACOONU

Visita ao Consulado da Suécia


 Confirmados no HMUN 2018, alunos do Colégio Ábaco visitaram o consulado sueco, recebidos pelo Cônsul-Geral, Renato Pacheco Neto e o Oficial de Chancelaria, Peter Johansson.
 
Na próxima edição da simulação da ONU, nos Estados Unidos, nossos alunos representarão a Suécia.
 
Para mais informações acessem www.abacoonu.com.br
Confira algumas das perguntas realizadas:
 
 
 
ABACOONU - Como a Suécia ajuda os refugiados atualmente, incluindo a situação de refugiados palestinos?
 
Resposta: A Suécia não diferencia entre o tratamento de refugiados com base no país de origem deles. Todos que se enquadram na situação de refugiado são assegurados os mesmos direitos, sendo eles entre outros: direito de pleitear uma permissão de residência temporária ou permanente, direito a moradia e auxílio financeiro na fase inicial e o direito de chamar sua família mais próxima a residir com o refugiado na Suécia (sendo este direito atualmente limitado a pessoas com permissão de residência permanente, renda e moradia considerados suficientes para a convivência) e o direito de ensino da língua sueca e do idioma do país de origem (no caso de crianças ou adolescentes que ainda estão na escola).
 
 
ABACOONU - Quais são as ações internas da nação sueca em relação à proteção e inclusão do grupo LGBT?
 
Resposta: A Suécia não permite qualquer tipo de discriminação seja ela baseada em por exemplo gênero ou opção sexual. No caso dos homossexuais eles têm o direito de casar ou conviver da forma que preferirem de acordo com a lei sendo assegurados os mesmos direitos que casais heterossexuais. Também têm o direito de adoção.
 
ABACOONU - Quais medidas e quão envolvida está a Suécia no problema referente às doenças infecciosas que atingem em grande escala os refugiados, principalmente os pertencentes à comunidade Síria?
 
Resposta: A Agência de Saúde da População da Suécia tem feito um estudo dos potenciais riscos de doenças infecciosas trazidas por refugiados de modo geral (não apenas analisando os sírios). A conclusão foi que os riscos são considerados baixos para a população, mas que eles podem ser mais altos para os próprios refugiados dividindo moradia na fase inicial da sua estadia na Suécia. De acordo com a Agência este risco pode ser diminuído para controlável se são aplicados exames médicos diretamente na chegada ao país. Foi constatada uma incidência maior de casos de Hepatite tipo B e C entre os refugiados sírios, mas o risco de infecção mesmo nesses casos é considerado "médio". São oferecidas vacinas relevantes para todos os refugiados na fase inicial.
 
 
ABACOONU - Qual a importância dada pela Suécia na questão da luta e proteção dos direitos das mulheres refugiadas?
 
Resposta: Como mencionado a Suécia não aceita qualquer tipo de discriminação por gênero e somos o primeiro país do mundo com uma política externa declaradamente feminista. Na prática isto quer dizer que o gênero deve ser levado em conta em todas as ações do governo com o objetivo de evitar a discriminação. Existem grupos de ensino de sueco exclusivamente para mulheres em muitas cidades para assegurar que elas tenham as mesmas chances de aprender o idioma que os homens e estes cursos de idioma também incluem matérias sociais nas quais são tratadas o funcionamento da sociedade sueca, quais os direitos da mulher e como obtê-los. No caso de algum tipo de discriminação ou de maus tratos serem denunciados os órgãos de proteção pública normais da Suécia entram em ação.
 
 
ABACOONU - Qual a opinião da Suécia em relação ao Outer Space Treaty?
 
Resposta: A Suécia é um dos países signatários do tratado original, mas em relação à eventual renegociação do tratado infelizmente não temos qualquer informação no corpo diplomático sueco no Brasil.
 
 
ABACOONU - Existe alguma lei na Suécia que regula o uso de opioides (medicamentos que inibem a dor, agindo no sistema nervoso)? Se sim, como elas funcionam?
 
Resposta: Existe a lei que proíbe substâncias narcóticas que é de 1968. Esta lei não lista quais opioides são permitidos e quais não são - a permissão ou não de uma certa substância, seja ela parte de um medicamento ou não, é feita pela Agência dos Medicamentos e pela Agência de Saúde da População por regulamentação. Também existe uma lei de 2011 que regulamenta a apreensão pela alfândega e polícia de substâncias que ainda se encontram em estudo pelas agências. Em alguns casos raros as agências têm permitido a importação controlada de maconha/marijuana para o uso pessoal de pessoas com dores crônicas, mas os casos são sempre analisados por solicitação e não existe uma regulamentação geral permitindo a importação nestes casos.
 
 
ABACOONU - A respeito de um melhor desenvolvimento de vacinas e antibióticos, a Suécia acredita que o melhor direcionamento do lucro advindo da venda dessas drogas é o tratamento imediato ou um financiamento de pesquisas que possam, a longo prazo, descobrir novas formas de combater doenças?
 
Resposta: A Suécia aplica as duas formas mencionadas para o desenvolvimento de novas vacinas e antibióticos, permitindo o tratamento imediato e o financiamento de pesquisas usando o lucro das vendas destes tipos de medicamentos. No caso de antibióticos existem várias ações das agências governamentais para diminuir o uso devido ao risco de bactérias imunes a antibióticos e ao efeito negativo do uso no meio ambiente.

Colégrio Ábaco
Jota3w Copyright © 2009 Ábaco - Todos os direitos reservados.
Site melhor visualizado em 1024x768